Entendendo a Fotomontagem


Antes de começar a trabalhar com fotomontagens para apresentar propostas de paisagismo, pense: Porque fotomontagens se um desenho manual, uma pintura ou um 3D ficam mais bonitos?

Você encontrará a resposta para esta pergunta se lembrar qual é o seu objetivo inicial. Seu objetivo é criar uma obra de arte, emoldurar e colocar na parede de seu cliente? Não, seu objetivo é apresentar através da fotomontagem sua proposta de como ficará o jardim. Você deve lembrar que o cliente quer comprar o jardim e que sua proposta fotográfica é apenas uma pré-visualização do trabalho final. Sendo assim, utilizamos a fotomontagem para ganhar tempo. Um desenho manual, uma pintura ou um 3D demoram muito para ficar prontos, e como você precisa de tempo para desenvolver o projeto, analisar fornecedores, entender seu cliente, o ideal é utilizar o PhotoLANDSCAPE para ganhar agilidade.

1. Perspectiva


É um aspecto da percepção visual do espaço e dos objetos nele contidos pelo olho humano. Depende de um determinado ponto de vista e das condições do observador. A perspectiva, neste caso, corresponde a como o ser humano percebe visualmente o seu ambiente, sendo confundida com a ilusão de óptica. Por exemplo, as linhas paralelas de uma estrada, relativamente a um observador nela situado, parecerão afunilar-se e tenderão a se encontrar na linha do horizonte.

PhotoLANDSCAPE 2018



Não há perspectiva sem dois elementos básicos: A linha do Horizonte e o Ponto de fuga.

Linha do horizonte, em perspectiva, é a linha imaginária na altura dos olhos e que separa a parte superior e inferior da visão. É também o local onde se localiza o ponto de fuga.

O oceano forma a linha do horizonte perfeita: qualquer que seja a altura em que se observa, seu horizonte estará na altura dos olhos do observador.

PhotoLANDSCAPE 2018



Ponto de fuga, é o ponto de convergência das linhas que descrevem a profundidade dos objetos. É a direção para onde o objeto segue, se aprofunda.

Para começar a trabalhar com a perspectiva, tenha em mente dois objetos do mesmo tamanho: o que está perto parecerá maior, e o que está longe, menor. Ao afastar o objeto de nossa visão, gradativamente parecerá menor, porém, seu tamanho real continua o mesmo.

PhotoLANDSCAPE 2018



Se queremos fazer uma fotomontagem realista, temos que ter um pouco da noção de perspectiva, pois ao contrário sua fotomontagem ficará lotada, e um terreno que na realidade é espaçoso, parecerá minúsculo depois de colocar várias plantas com tamanho irreal.



2. Pontos de referência


Além da preocupação que devemos ter com a perspectiva, temos que lembrar que, na fotomontagem de paisagismo, estamos trabalhando com várias espécies de plantas que possuem padrões de altura diferentes. Imagina como uma fotomontagem ficaria falsa se nós resolvêssemos inserir uma cica (sagu) atrás de uma casa, aparentando uns 8 ou 9 metros de altura.

PhotoLANDSCAPE 2018



Porém, como estamos trabalhando com fotos de fundo, não vamos conseguir fazer uma medida real do terreno, pois esta foto não é um objeto 3D. Sendo assim, como vamos chegar a altura da planta? Nós vamos utilizar os pontos de referência existentes na foto.

Ao inserir a foto do terreno na tela do PhotoLANDSCAPE, observe-a: um muro, casa, carro... qualquer coisa pode servir de referência. Imagina que vamos inserir uma planta de 1 metro de altura no terreno, e existe um muro de 2 metros ali; então, vamos inserir a planta com a metade da altura do muro.



3. Iluminação


Muitas das vezes, vejo fotomontagens que foram desenvolvidas sem a preocupação de como está a iluminação da foto do terreno. Temos que ficar bem atentos a estes detalhes, pois, inserir uma foto de uma planta que estava no sol em uma foto de terreno com muita sombra vai fazer a planta parecer "acesa".

PhotoLANDSCAPE 2018



PhotoLANDSCAPE 2018



Lembre-se: Para uma fotomontagem ficar realista você deverá diminuir o brilho e contraste de plantas que estão na parte sombreada da foto do terreno.

Mas, e em locais que estão iluminados?

Normalmente você não precisará aumentar o brilho de uma planta que for inserida em uma parte ensolarada da foto. Aumentar o brilho e o contraste vai forçar muito as cores e deixar sua fotomontagem artificial. No caso de uma foto com sol, deixe o brilho e contraste da planta como está.



4. Áreas reflexivas


Outro detalhe que devemos tratar na foto do terreno são as áreas reflexivas, como janelas, lagos, piscinas e até mesmo alguns tipos de piso.
Colocar um vaso com uma planta em uma foto de um shopping, onde o piso é de mármore escuro, e todos os itens originais da foto estão refletindo no chão, exige um reflexo da planta.

PhotoLANDSCAPE 2018






Veja Também

  • Ajustes Preferênciais
  • Foto do Terreno
  • Reflexo e Efeito Limitar
  • Controle da Fotomontagem
  • Selecionando itens, mapas e modelos 3D
  • Manipulando entidades trancadas
  • Copiar propriedades
  • Utilizando 3D no PhotoLANDSCAPE
  • Criar novos Mapas
  • Utilizando o Carimbo
  • Recursos para Facilitar a Seleção de Objetos
  • Sombra, Reflexo e Qualidade das Imagens
  • Aprenda Colorir Paredes e Muros
  • Efeitos
  • Projeto Passo-a -Passo
  • Alternar Entre os Mapas do Mesmo Item

  • Categoria: PhotoLANDSCAPE | PhotoLANDSCAPE 2016 | Desenvolver a fotomontagem | Entendendo a Fotomontagem
    0 ms
    PhotoLANDSCAPE
    Conheça o PhotoLANDSCAPE, software para apresentação de projetos de paisagismo com fotomontagem
    Quero conhecer